quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Papa afirma: Misericórdia de Deus é mais poderosa que o mal

Texto escrito por Leonardo Meira, extraído do site Canção Nova: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=279280


No dia em que a Igreja celebra a Solenidade da Imaculada Conceição de Maria, o Papa reuniu-se com os fiéis na Praça de São Pedro para a tradicional oração mariana do Angelus, nesta quarta-feira, 8.

"O mistério da Imaculada Conceição é fonte de luz interior, de esperança e de conforto. Em meio às provas da vida e especialmente das contradições que o homem experimenta dentro de si e em torno a si, Maria, Mãe de Cristo, diz-nos que a Graça é maior que o pecado, que a misericórdia de Deus é mais poderosa que o mal e sabe transformá-lo em bem", ressaltou.
O encontro com os peregrinos aconteceu a partir da janela de seu escritório particular no Palácio Apostólico Vaticano, às 12h (em Roma - 9h no horário de Brasília).
O Pontífice afirmou que a saudação do Anjo Gabriel - "Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo" - indica o nome com o qual Deus mesmo conhece Maria: "cheia de graça". Bento XVI propôs essa expressão como chave de explicação do mistério da Imaculada Conceição da Virgem:
"De fato, Maria, desde o momento em que foi concebida por seus pais, foi objeto de uma singular predileção da parte de Deus, o qual, no seu plano eterno, predestinou-a para ser mãe do seu Filho feito homem e, por consequência, preservada do pecado original".
Logo após, o Bispo de Roma recordou que a Sagrada Escritura ensina que a origem de todo o mal está na desobediência à vontade de Deus. "Mas Ele não falha em seu plano de amor e vida", atesta o Pontífice, indicando que Deus preparou um longo e paciente caminho de reconciliação para a aliança nova e eterna.
Por fim, rogou: "Ela [Maria] ajude-nos, sobretudo, a ter fé em Deus, a crer na sua Palavra, a rejeitar sempre o mal e a escolher sempre o bem".

Um comentário: