quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Oceano de Misericórdia

Para iniciarmos a quaresma refletindo com uma bela canção:

Oceano de Misericórdia (Anjos de Resgate)
Todo pecador vive um drama
Nem sempre erra por que quer o pecado inflama
Pais e filhos não se traem simplismente por querer
O pecado cega a vítima e faz perecer
Não pense que o teu erro por maior que pareça
Diminuirá o amor de Deus por ti a ponto que te esqueça
Deus não pode amar-te mais do que está amando agora
O amor de Deus é graça e quem o experimenta adora
O pecado nos faz cegos demais
Nos afasta da graça e da paz
E é por isso que Deus quis se tornar
Um oceano de misericórdia (um insustentável amor)
Vem mergulhar no oceano de Deus
Vem experimentar Sua graça e perdão
Vem Deus não querer saber por onde andou
Deus só quer te ver voltando pra descansar em Suas mãos
(Deus te quer morando em seu coração)



quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Deus é Misericordioso

Na Bíblia encontramos diversos adjetivos para Deus: bom, justo, fiel, amoroso...
Entre esses adjetivos, um é bastante representativo e pode ser encontrado diversas vezes tanto no Antigo quanto no Novo Testamento.

DEUS É MISERICORIOSO!

No Antigo Testamento, declara-se que Deus é “misericordioso e piedoso, tardio em irar-se e grande em beneficência e verdade” (Êxodo 34:6; Números 14:18; Deuteronômio 4:31; Neemias 9:17; Salmos 86:5; Salmos 86:15; Salmos 108:4; Salmos 145:8; Joel 2:13)

JOEL 2,13 diz: "Rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao Senhor, vosso Deus, porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benegnidade, e se arrepende do mal"

JONAS 2,8 diz: "Os que se entregam a idolatria vã abandonam aquele que lhes é misericordioso" e prossegue em 4,2 com as mesmas palavras de Joel: "...pois sabia que és Deus clemente, e misericordioso, e tardio em irar-se, e grande em benegnidade, e que te arrependes do mal."

DANIEL 9,4: "Orei ao Senhor, meu Deus, confessei e disse: ah! Senhor! Deus grande e temível, que guardas a aliança e a misericórdia para com os que te amam e guardam os teus mandamentos" e continua em 9, 9: "Ao Senhor, nosso Deus pertence a misericórdia e o perdão, pois nos temos rebelado contra ele."

SALMO 4,1: "Responde-me quando clamo, ó Deus da minha justiça; na angústia me tens aliviado; tem misericórdia de mim e ouve a minha oração."

O SALMO 6 é entitulado como: Davi recorre à misericórdia de Deus. 

No SALMO 21, 7 o salmista diz: "O Rei confia no Senhor e pela misericórdia do Altíssimo jamais vacilará."

SALMO 25, 7 "... lembra-te de mim, segundo tua misericórdia, por causa da tua bondade, ó Senhor"

SALMO 31, 21 "Bendito seja o Senhor, que engrandeceu a sua misericórdia para comigo, numa cidade sitiada!" 

LUCAS 6,36 "Sede misericordiosos como o vosso Pai é misericordioso."

E assim, muitos e muitos trechos da Bíblia retratam a natureza misericordiosa de Deus.

Por isso meus amigos, não tenham medo de se entregar nos braços de Deus. Todos somos pecadores, todos temos defeitos fraquezas mas Deus é misericordioso e está sempre pronto a nos perdoar, a esquecer tudo e a nos aceitar outra vez em sua casa.

sábado, 23 de julho de 2011

Relato pessoal: depois da tempestade vem a bonança


Quem me conhece sabe que tive tempos muito turbulentos na minha vida desde o ano de 2009, quando tive um AVC aos 25 anos de idade. Perdi grandes oportunidades de trabalho, de estudo e de muitas outras coisas por causa disso. No entanto, ter tido minha saúde (até então perfeita) afetada dessa forma tão grave, mudou minha forma de ver a vida.

Graças à Deus não fiquei com nenhuma sequela (segundo os médicos eu poderia ter problemas na fala e na memória, mas não tive nada!)

Fiquei um tempo com receio de fazer qualquer coisa, tinha medo até de ficar sozinha, mas com o passar dos dias fui ficando mais confiante. Em 2010 voltei a trabalhar, fiquei mais próxima da minha família e daqueles que amo, me casei inclusive! escalei uma montanha e fiz uma viagem maravilhosa para o nordeste.

Coloquei para mim mesma o propósito de viver a vida bem, um CARPE DIEM saudável.

Hoje tenho um marido lindo, nosso apartamento, um esquilo chamado Johny, um peixe chamado Teobaldo, recebo visita dos meus amigos, trabalho, vou visitar meus amigos, passo mais tempo com minha família, entrei na faculdade de novo (sou formada em ed.física e agora estou fazendo letras, que sempre tive vontade de fazer), e voltei a investir num outro sonho: ser escritora. Meu primeiro romance está prontinho e deve ser lançado no mês que vem. Também soube ontem que fui chamada num concurso público que havia passado, não é maravilhoso?

Por tudo isso, acredito cada vez mais na misericórdia de Deus, que não me deixou sofrer mais do que eu podia suportar e me ajudou a tirar lições maravilhosas desse contratempo. Hoje sou uma pessoa muito mais feliz e em paz comigo mesma, com certeza!

A todos que lerem essa mensagem, deixo a certeza da esperança e de que depois da tempestade sempre vem a bonança.

Um salmo muito bonito diz: "O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã". (Sl 30, 5)

Fiquem na paz de Deus!

Beijosssss


sábado, 2 de julho de 2011

João Paulo II e a Misericórdia Divina

O Santo Padre João Paulo II na sua Encíclica sobre a Misericórdia Divina (de 30 de novembro de 1980), acentua bem a necessidade da confiança e da oração à Misericórdia de Deus. Ele sabe que o mundo nos nossos tempos, mais do que nunca, se afastou de Deus e de seus preceitos, e precipita-se no abismo do desespero. Por isso recorda aos fiéis: "Em nenhum momento e em nenhum período da história, especialmente numa época tão crítica como a nossa, pode a Igreja esquecer a oração que é um grito de apelo à Misericórdia de Deus, perante as múltiplas formas do mal que pesam sobre a humanidade e a ameaçam... O próprio mistério de Cristo que, revelando-nos a grande vocação do homem... obriga-me igualmente a proclamar Misericórdia, como amor misericordioso de Deus, revelado também no mistério de Cristo. Ele me impele ainda a apelar para esta Misricórdia e implorá-la, nesta fase difícil da história, da Igreja e do mundo, ao aproximar-ns do final do segundo milênio" (Encíclica Dives in Misericordia, nº 15).  

Trecho Extraído do livreto da Novena à Divina Misericórdia.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

A FESTA DA DIVINA MISERICÓRDIA

A Festa da Divina Misericórdia ocorre no primeiro domingo depois da Páscoa e foi estabelecida oficialmente como festa universal pelo Papa João Paulo II.

"Por todo o mundo, o segundo Domingo da Páscoa irá receber o nome de Domingo da Divina Misericórdia, um convite perene para os cristãos do mundo enfrentarem, com confiança na divina benevolência, as dificuldades e desafios que a humanidade irá experimentar nos anos que virão" (Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, Decreto de 23 de Maio de 2000).

A festa tem origem a partir de Santa Maria Faustina Kowalska, que na década de 30 obteve de Jesus, revelações acerca da instituição dessa festa no seio da Igreja, bem como profecias e manifestações que o próprio Cristo mandou que as escrevesse e retransmitisse à humanidade. Foi Jesus quem pediu a instituição da festa da Divina Misericórdia a Santa Faustina. Jesus se refere a ela 14 vezes, expressando o imenso desejo do Seu Coração Misericordioso de distribuir, neste dia, as Suas graças.

"Nenhuma alma terá justificação, enquanto não se dirigir, com confiança, à Minha misericórdia. E é por isso que o primeiro domingo depois da Páscoa deve ser a Festa da Misericórdia” (Diário, 570).

"Neste dia, estão abertas as entranhas da Minha misericórdia. Derramo todo um mar de graças sobre as almas que se aproximam da fonte da Minha misericórdia; a alma que se confessar e comungar alcançará o perdão total das culpas e castigos; nesse dia estão abertas todas as comportas Divinas, pelas quais fluem as graças;

"Que nenhuma alma tenha medo de se aproximar de mim, ainda que seus pecados sejam como escarlate. A minha misericórdia é tão grande que por toda a eternidade não a aprofundará nenhuma mente, nem humana, nem angélica. Tudo que existe saiu das entranhas da minha misericórdia" (Diário, 699).

"Dize à humanidade que sofre que se aproxime do meu coração misericordioso, e eu a cumularei de paz (Diário 1074)


Se você mora em Curitiba, não deixe de prestigiar a Festa que estará acontecendo no Santuário da Divina Misericóridia http://www.misericordia.org.br/ desde sábado (30/04/11) com show as 21:00 hrs do Ministério Adoração e Vida (MAV) do cantor e compositor católico Walmir Alencar e com procissão e almoço no domingo (01/05/11). 

Para maiores informações:
Santuário da Divina Misericórdia
R. Estrada do Ganchinho, 570, Umbará, Curitiba, PR
Fone: (41) 3348-2784

domingo, 27 de março de 2011

Deus e eu

Não faço nada de mal, sempre penso.
Sou uma pessoa normal que trabalha, estuda, cuida da casa e da família. Entretanto, também não faço nada de bom além do básico da boa convivência (e conveniência).

Então paro para pensar e vejo que se não faço nada de mal, também faço nada de tão bom assim. Deus me deu tantos dons, desde a minha mocidade e o que tenho feito com eles?


Julgo-me então culpada. Culpada por omissão, por comodismo, por preguiça.

Mas Deus é bom demais e não me condena, apesar de eu mesma me condenar. Ele me diz que nunca é tarde para recomeçar e que os dons nunca vão embora, apesar de deixarmos eles adormecidos dentro de nós. Basta reavivar a chama e ter coragem de recomeçar.

Em toda sua misericórdia, Deus nunca nos condena, ao contrário, nos incentiva a voltarmos ao Serviço do Reino sem remorços e sem autopiedade.

Esse é o meu Deus. Um Deus de misericórdia e amor infinitos.


terça-feira, 1 de março de 2011

Rios da Babilônia (Salmo 137)

Junto aos rios da Babilônia
Nos sentamos e choramos
Ao lembrarmos de Sião
Lá os que nos aprisionavam
Pediam canções

Mas como poderíamos cantar
Cantos do Senhor em terra estranha?

Se eu me esquecer de ti, Jerusalém
Que seque a minha mão direita
Que minha língua se apegue ao paladar
Se eu não me lembrar de ti,
Se não for Jerusalém
A minha maior alegria!

Ó devastadora babilônia
Justiça seja feita
Pelo mal que fizestes à nós

(Francine Cruz)